aquilomaisisso

Posts Tagged ‘MASP’

Grafites para dentro do MASP

In Artes Plásticas, Grafite on 05/12/2009 at 01:17

Por Brunno Marchetti

            Ao andar por um grande centro urbano como São Paulo, cheio de cores e figuras, muitas vezes não nos damos conta da riqueza artística que estampa as paredes e muros pelos quais passamos. Por isso, uma das ideias da exposição “De fora para dentro/ de dentro para fora”, em cartaz no MASP, é atentar o olhar do paulistano para essa arte, que por já fazer parte do cotidiano, nem sempre é devidamente valorizada.

Finalmente a cidade entra no museu/ foto Brunno Marchetti

            Para isso foram chamados seis grafiteiros. São eles: Carlos Dias, Daniel Melim, Ramon Martins, Stephan Doitschinoff, Titi Freak e Zezão. Todos atuam ou atuaram na cidade de São Paulo.

A exposição

            A galeria subterrânea do museu foi escolhida para abrigar as obras que não apenas apresentam linguagens muito diferentes entre si, como também fazem alusão a ambientes externos ao museu. Nas obras de Zezão, por exemplo, foram usados objetos encontrados nas ruas como placas e pedaços de madeiras, além de fotos e uma pequena área em que é recriado, por meio de vídeo e uma escada na parede, o pouquíssimo visitado ambiente subterrâneo da cidade.

Recriação de um ângulo pouco conhecido da cidade/ autor desconhecido

                Outro destaque da exposição fica para o espaço usado por Doitschinoff, que mistura em sua em sua produção a linguagem da arte popular com temas religiosos. Foi montada uma sala que se assemelha a uma igreja onde varias “bíblias”, com desenhos do artista, estão dispostas pelo chão. De forma a criar um ambiente onde o sagrado e o profano de sua arte convivem em harmonia.

                Além dos dois grafiteiros, Carlos dias, Ramon Martins e Titi Freak proporcionam com suas obras uma experiência muito interessante que acaba por levar ao questionamento se essa arte que muitas vezes é desvalorizada na rua, não deveria ter sido levada para um museu desse porte antes. Infelizmente a assessoria de imprensa do MASP não respondeu a tal pergunta, nem o motivo do número reduzido de artistas (se levarmos em conta a diversidade que São Paulo oferece).

Exposição no dia da abertura/ foto Thiago Strelow

Cobertura online

                A montagem dos grafites na galeria foi acompanhada na rede por alguns blogs e redes sociais que ajudaram em sua divulgação. O principal que acompanhou em tempo real é o PAULISTA 1578, que divulgou fotos e vídeos dos trabalhos.

Serviço

Exposição: até 5 de fevereiro de 2010
Funcionamento: De terças-feiras a domingo e feriados, das 11h às 18h. Às quintas-feiras, das 11h às 20h
Ingressos: Inteira: R$ 15,00. Estudantes: R$ 7,00. Gratuito até 10 anos e para maiores de 60 anos. Entrada gratuita às terças-feiras

Anúncios

Retrospectiva do fotógrafo Walker Evans

In Fotografia on 27/11/2009 at 14:21

O fotógrafo Walker Evans

            Um dos mais famosos fotógrafos que registrou a Grande Depressão americana no começo dos anos 30, Walker Evans, tem mais de 120 de suas fotografias no MASP.

           A exposição percorre as cinco décadas de carreira do artista reforçando seu caráter de cronista do cotidiano, com grande destaque para seu registro da Cuba de 1933, sob governo de ditador Gerardo Machado. O resultado desse trabalho ilustrou o livro de Carleton Beals, “El Crimen de Cuba”.

Uma das fotos que consagrou Evans

         Outro trabalho do fotografo, também exposto, é o realizado pela a revista Fortune. Nessa série de fotos, que retratam os agricultores do Alabama, é revelada uma triste realidade de pobreza e desesperança, sentimentos que foram muito bem retratados pelas lentes de Evans. O resultado final dessa série foi recusado pela revista, pois essa o considerou muito chocante.

         Porém pouco tempo depois, é publicado no livro “Let´s now praise famous man”. E também foi o tema da primeira exposição de fotografias promovida pelo MOMA (Museum of Modern Art de Nova Ioque).

Serviço:

Exposição: até 10 de janeiro de 2010
Funcionamento: De terças-feiras a domingo e feriados, das 11h às 18h. Às quintas-feiras, das 11h às 20h
Ingressos: Inteira: R$ 15,00. Estudantes: R$ 7,00. Gratuito até 10 anos e para maiores de 60 anos. Entrada gratuita às terças-feiras
Classificação: Livre